171

Produção de Beta Games Group, um estúdio brasileiro de desenvolvimento de game, 171 é um game de ação aventureira, combativa e de condução veicular em perspectiva de terceira-pessoa, em plano de mundo aberto. Com grandes inspirações na série GTA, e fortemente associado a este, a realidade simulada de 171 se passa em Sumarití, uma cidade fictícia baseada no distrito-sede de Sumaré, município do interior do Estado De São Paulo.

Popular e erroneamente considerado o “GTA brasileiro” por dezenas de observações cabíveis, 171 ainda está em desenvolvimento progressivo possibilitando novas mudanças para próximo ou para longe do espectro do gênero “estilo-GTA“, onde inclusive é possível ao contribuinte influenciar ou mesmo escolher novos aspectos e novas direções tomadas pelo desenvolvimento. Por ser um game indie, o desenvolvimento de 171 é mantido por doações de contribuintes que funcionaram e/ou funcionam como uma pré-venda ou subsídio de acesso antecipado.

História

Para falarmos de 171, temos de falar da Beta Games Group. Parece óbvio, conforme esta é a desenvolvedora, mas a origem da Beta implica a origem do 171, pois foi lá no início da década de 2010, no auge das modificações da GTA San Andreas, que um grupo de jovens idealizaram realizar uma produção nacional, vindo a ser o que conhecemos como 171 através da agora batizada Beta Games Group.

Este grupo, agora Beta, de menos de uma dezena de integrantes, ganhou atenção do público gamer nacional pelo anúncio do desenvolvimento do então denominado 171, com uma proposta de game em plano de mundo aberto, numa aventura explorável, principalmente com veículos automotores, acerca do submundo do crime; uma apresentada e notória obra inspirada na série GTA, principalmente GTA San Andreas.

Durante metade do período de desenvolvimento de 171, precisamente no ano de 2015, houve um reinício no projeto em razão da transição da engenharia de game para um outro modal. Desde o início, no ano de 2010, 171 foi desenvolvido usando a engenharia de game Blender Game Engine (BGE), e no decorrer do desenvolvimento os desenvolvedores optaram por migrar para a plataforma Unreal Engine 4 (UE4), viabilizando maior velocidade e efetividade em produção.

Agora, sobre nova plataforma, 171 experimentou e usou algo do que uma tecnologia como Unreal Engine 4 tem a oferecer. Sendo esta, do saber comum, um produto de topo de linha, Unreal dispõe de ferramentas e recursos poderosos para desenvolvimento rápido de software, ainda contando com seu exemplares por toda a infovia e uma sem-igual loja de assets.

Já em 2019, na conferência Brasil Game Show (vulgo BGS), a Beta apresentou a primeira techdemo concreta do projeto para testes públicos. Quem usou o YouTube neste ano, com certeza se deparou com os inúmeros vídeos em centenas de canais populares de conteúdo gamer divulgando a apresentação deste na BGS daquele ano.

Agora, em 2020, houve publicações de edições alpha‘s e, consequentemente, vieram turbulências adjuntas, principalmente no lançamento do segundo exemplar alpha, marcado por inúmeros casos de pessoas mal-intencionadas aplicando, divulgam, disseminando ou, doutra forma colaborando para, uma série de golpes e fraudes maquinadas através da oferta de meios ilícitos para aquisição do game, mesmo para plataformas em que sequer existia alguma distribuição original.

Características

  • Carros “envenenáveis”;
  • Veículos fortemente baseados em modelos reais;
  • Armas comumente usadas no Brasil;
  • Ambientação foto-realística do típico interior de São Paulo
  • Acústica brasileira, incluindo ação vocal;

Mídia

Postagens relacionadas

Gamebryo

Gamebryo, antes (até 2003) conhecido como NetImmerse, é um middleware de engenharia de gameware para rápido desenvolvimento escrito em C++, modulado e extensível, de operação…

Comentários